A TOXICIDADE ESTÁ NOS PAIS E NÃO NAS VACINAS

405

Sabe-se que a mortalidade infantil foi sendo reduzida à medida que melhoraram as condições da água, das imposições sanitárias, do saneamento básico e da VACINAÇÃO. Logicamente que existirão sempre estudos e mais estudos dando conta de efeitos colaterais ou secundários das vacinas, assim como dos medicamentos que consumimos ou das cirurgias que fazemos, mas tal não nos impede de os tomar ou de as fazer quando é necessário. E, às vezes, é mesmo necessário. Mais, é imperativo!

Ler artigo completo ...