A DESGRAÇA DO CAPITALISMO NUM LUXUOSO QUARTO DE HOTEL

643

«Como é que se conta uma história que já se conhece tão bem?

O nome dela era África. O nome dele era França. Ele colonizou-a, explorou-a, silenciou-a. Mesmo após terem passado décadas do fim do abuso, do suposto fim do abuso, ele mantinha a ancestral arrogância, insistindo em resolver os problemas d’Ela na Costa do Marfim. Costa do Marfim. Um nome que lhe foi dado em função dos produtos que d’Ela poderiam retirar, não pela sua identidade.

Ler artigo completo ...