A MORAL CATÓLICA

390

“A Igreja vai fazer testes para proibir seminaristas gays. Bispos averiguam passado dos candidatos, que vão ser sujeitos a testes psicológicos para garantir que não são gays ou pedófilos. Os candidatos a seminaristas vão ser sujeitos a testes psicológicos e o seu passado será investigado. O objetivo é evitar a admissão de padres com tendências homossexuais, pedófilos ou com doenças mentais. Os testes serão feitos por psicólogos – ainda estão por definir os procedimentos – e as averiguações sobre a história de vida envolverão as famílias, padres e senhoras que conheçam o candidato.” In Jornal de Notícias, 15.10.2017

Ler artigo completo ...