BASEADO NUMA HISTÓRIA REAL

2473
Créditos José Paulo Santos

Cheguei à estação de comboios decorridos três dias desde a última vez em que ali estivera. Trazia, como de costume, a mala de viagem e a mochila pelo ombro.

Faltavam cerca de dez minutos para o horário de partida e, quando entrei no comboio, apercebi-me de que o mesmo estava praticamente cheio. Por esse motivo, sentei-me num dos dois lugares ainda livres da carruagem destinados especialmente a grávidas e a pessoas com crianças de colo.

Ler artigo completo ...