MEU CORPO, MINHA ESCOLHA

668

A eutanásia não é um assunto fácil.

Mas, tal como o aborto, creio que é um assunto que não se pode compreender totalmente sem ter qualquer tipo de vivência ligada a ele. Custa-me que homens decidam sobre aquilo que uma mulher pode ou não fazer com o seu corpo. Bolas, custa-me que outras mulheres decidam aquilo que posso ou não fazer com o meu! Assim como me custa que seja uma sala cheia de gente saudável a decidir se os doentes terminais têm ou não direito à morte assistida. São decisões pessoais, intransmissíveis, que apenas dizem respeito a quem com elas terá de viver (ou não).

Ler artigo completo ...