DO NOJO E DA INDIFERENÇA

1090

Não vi as imagens, recuso-me. Não vou dar protagonismo ou prestígio a gente e publicações de merda.

Não vi as imagens, mas conheço-as bem. Descreveram-me o vídeo, e mesmo que não o tivessem feito, a minha imaginação seria suficiente para o saber de cor sem nunca o ter visto na realidade. Os medos de uma vida, a chegada a casa de madrugada, sempre com a chave entre os dedos fechados, pronta a ser usada como arma. Todas as vezes que um homem me tocou sem autorização e não fui levada a sério, todas as vezes em que me fizeram sentir menor, suja, impotente, insuficiente.

Ler artigo completo ...