FRAGMENTOS A CARTA

185

Nunca ali estivera. Limpando o nariz à parte de dentro da manga, como sempre fazia em situações de atrapalhação, Joaquim sentou-se na poltrona e recolheu os pés sujos de lama. Também nunca experimentara uma sensação daquelas. O forro acolhedor lembrou-lhe vagamente as carícias da mãe, de quem quase não recordava o rosto.

Ler artigo completo ...