FRAGMENTOS:A FUGA

292

Entrou em casa ofegante. O cão assaltou-o com o entusiasmo do costume. O homem empurrou-o bruscamente. Conhecedor dos humores do dono, o animal meteu o rabo entre as pernas e aninhou-se debaixo da mesa. Ficou a observá-lo daquele ponto, focinho um pouco baixo, olhos a deslocarem-se sem sossego na ânsia de acompanhar o movimento do homem, sem nunca virar a cabeça.

Ler artigo completo ...