METÁFORAS DE UM ABISMO DO FIM

2146

Sempre com aquele peso no peito, sempre com aquela sensação de que o mundo irá cair a qualquer momento e nós com ele: sugados para a fenda de escuridão, que inevitavelmente nos espera, para a incerteza, para a centrífuga falta de confiança nos dias que aí vêm.

Ler artigo completo ...