“NÃO QUERO!” – OS LIMITES E A DEFESA DA INTEGRIDADE

3901
Foto de Isabel Saldanha

Acabei de saber que o diretor de uma escola justificou o comportamento abusivo e violento de um grupo de rapazes para com um grupo de colegas, argumentando que “os rapazes têm uma forma diferente de mostrar que têm interesse nas raparigas”, como se fosse aceitável forçá-las contra uma parede, ameaçá-las e tocar-lhes em sítios inapropriados.

Ler artigo completo ...