NUNCA TE AGRADECI PELA MINHA MORTE…

21191

Nunca acreditei em amores à primeira vista. Sempre os achei um cliché próprio de filmes de domingo à tarde. Às vezes ouvia as minhas amigas falarem desse amor mágico que as tinha inundado inesperadamente em centros comerciais, discotecas ou até mesmo no metro e ria-me. Ria-me porque, apesar de tudo, sempre vibrei com as histórias delas, que nunca me pareceram reais mas que me enchiam dias de conversa e boa disposição.

Ler artigo completo ...