O NEANDERTAL CONFUSO

626

Imaginem a situação:

Supermercado pequeno, domingo à tarde, corredores quase vazios, silêncio apenas quebrado pelo som dos sacos que eu própria ia arrancando e abrindo para colocar as frutas e os legumes que ia escolhendo (sim, é isso mesmo, os meus domingos à tarde são uma loucura!). Pelo canto do olho vejo aproximar-se um casal jovem (ok, dêem-me lá um desconto; para mim jovem é quem tiver uma idade próxima da minha, apesar de eu já não ser jovem e estar na meia idade (cruzes que isto até doí a escrever)). Ela vem ligeiramente à frente, mas ambos se encaminham para a entrada do supermercado. Ela diz-lhe:

Ler artigo completo ...