O SEXO DOS HAMBÚRGUERES, OU A MENSAGEM INFELIZ DAS REFEIÇÕES “FELIZES”

5042

 

Era uma vez uma estória de discriminação na McDonalds revelada pelo DN, e que pode ter tido final feliz

Laura tem sete anos e é habitual frequentadora do McDonalds com os pais e a irmã mais nova, Rita, de cinco. As duas costumam pedir a Happy Meal (Refeição Feliz, na tradução à letra), que vem numa caixa especial e traz um brinquedo. Por vezes só há um tipo de brinquedo, mas normalmente há dois, e quando assim é um é rotulado “para rapariga” e outro “para rapaz”. Desde sempre, atesta o pai, o economista e professor da Universidade do Minho Luís Aguiar-Conraria, 41 anos, Laura prefere os brinquedos rotulados como “de rapaz”.

Ler artigo completo ...