QUEM PEDE DESCULPA NÃO MERECE CASTIGO?

744
Créditos Rui Olavo

Era uma vez um escritor, que não devia ser lá grande coisa porque nunca mais se ouviu falar dele mas que, em vida, tinha grande êxito editorial, muito jeito para charlas, que era um termo mais chique de origem italiana que se usava dantes em vez de “conversas”, “conferências” ou “palestras”, e uma apetência natural para brilhar junto das mulheres. Segundo ele!

Ler artigo completo ...