QUERO FILHOS LIVRES

8967

Quero filhos livres. Soltos. Que o Miguel possa chorar compulsivamente sempre que quiser. Quando tiver o joelho esfolado, quando se zangar com o melhor amigo, quando a namorada o trocar por outro, quando eu e o pai partirmos. Que não sinta que tem de engolir o soluço. Quero-o feliz para poder sentir. Que se permita sentir. Que não receie mostrar-se. Que não finja. Que se esteja pouco marimbando para o que os outros pensam. Quero-os livres para serem quem são, o que querem ser. Que não encarem abraços aos 30 anos como sinal de fraqueza. Que não é sintoma de fragilidade beijarem o pai ou demorarem mais de um minuto nos seus braços. Quero que a Mariana entenda que nunca lhe virarei costas mesmo quando ela me virar a mim. E que saiba que pode dizer “Desculpa” ou “Erro meu” sem que os parentes lhe caiam na lama. Que ser fraco é outra coisa. Que o orgulho não é isto.

Ler artigo completo ...