#tupormim por Sofia Fonseca Costa

259

Eu para ti

A cada começo de Outubro, todas as minhas palavras são dela. Eu própria sou dela como de mais ninguém. Ensinou-me o amor da forma como o vê. Adivinha-me os passos e os choros, mesmo sem que eu lhos conte logo. É perita em apanhar-me na curva. Transformei-a em refúgio de tudo e de todos; em porto de abrigo. Ela deixou. É mais do que o meu ombro amigo. É cabeça, tronco, membros, todo o corpo e ainda mais alma.

Ler artigo completo ...