UMA HISTÓRIA A TRÊS

4928

“Joana,
Digo-te adeus, para sempre. Não julgues que não hesitei. Depois de abraçar o desafio de te manter feliz, escolho partir. Talvez um dia percebas o que se passou.
Duarte”
Pousou a carta e olhou pela última vez para aquele corredor interminável. Duarte teve uma certeza: não mais voltaria. Sentiu também uma tristeza. Não quis explicá-la. Enxotou-a para lá dos pensamentos.

Ler artigo completo ...