A NÓS NINGUÉM NOS PÕE A PATA EM CIMA (texto anónimo)

1697

A nós ninguém nos põe a pata em cima.
A nós ninguém nos diz para fazer isto ou aquilo. Ninguém nos obriga a vestir uma roupa ou a usar uns sapatos. A dizer algo ou a ficar caladas. A baixar os olhos ou a aceitar uma decisão.
A nós ninguém nos põe a pata em cima. Ninguém nos amordaça ou ata as mãos. Nos cala ou sufoca. A nós ninguém nos tira a liberdade. De escolher, de dizer não, nunca mais, nem que peças perdão. Nem que chores de arrependimento. Basta uma vez. Basta uma vez que tentes pôr a pata em cima. Animal.
Basta que digas uma vez. Que ameaces uma vez. Não queremos saber se foi da boca para fora. Essa é a desculpa do costume. A bebida. O stress. O “fora de mim”.
A nós ninguém nos põe a pata em cima. Animal.
Nós não vamos acreditar mais que os podemos mudar. Nós não vamos mais dar mais uma oportunidade. Nós vamos acabar com isto. Vamos passar palavra e dizer às outras que somos capazes. Que sou CAPAZ. Capaz de dizer “não”. Capaz de dizer que queremos que te vás embora. Animal. Que queremos que não voltes. Que não te queremos. Que gostamos de nós como somos. Que somos mais fortes. Sim, mais fortes, mais poderosas, mais ricas, mais bonitas, mais importantes, mais tudo. E que ninguém… ninguém nos põe a pata em cima. Animal.
Basta. Basta uma vez para que baste. Para que se diga imediatamente “não”! Não é preciso sequer que levantes a voz. Se levantares a voz saberemos que és capaz de levantar a mão… E a nós ninguém nos põe a pata em cima.

Ler artigo completo ...