FRAGMENTOS: COSTURADA MAS NÃO PRONTA

574

Pouso a mala no chão. Pouso também no chão a decisão. Partir, como? Uma bomba no multibanco, dizem-me, estragou tudo à volta, um roubo falhado, enquanto me pedem os documentos do carro e os meus. Olho a medo para a janela que deixara de ser nossa para ser, por decisão minha, apenas tua, mas que, face ao sucedido, voltava a ser nossa. Ainda dormes, penso.

Ler artigo completo ...